Aumentar a produtividade da equipe é um dos maiores desafios dos gestores brasileiros, até mais do que em outros lugares do mundo.

Em linhas gerais, a produtividade do trabalho em um país é calculada dividindo-se o PIB pela quantidade de pessoas ocupadas ou o total de horas trabalhadas…

Assim sabemos que, teoricamente, o mesmo produto ou serviço que um colaborador brasileiro leva em média 1 hora para fazer, um americano realiza em 15 minutos. 

E não… isso NÃO significa que os trabalhadores no Brasil sejam preguiçosos. Esses dados podem ser muito genéricos se não levarmos em consideração fatores como grau de capacitação e condições de trabalho, que obviamente são muito superiores no segundo caso.

Mas o que vamos discutir hoje aqui é que se as circunstâncias jogam contra nós, precisamos de um maior esforço para extrair os melhores resultados dos recursos humanos nas organizações.

Por isso, se você é gestor ou gestora e quer aumentar a produtividade da sua equipe acompanhe as 5 dicas que eu reuni neste conteúdo. 

1- Melhore as condições de trabalho

O Brasil foi incluído recentemente na lista dos 10 piores países para se trabalhar no mundo, no Índice Global de Direitos.

É claro que a nomeação se deve a muitos fatores, que nem sempre estão sob controle da empresa. Mas ainda assim, é um alerta para que os gestores redobrem os esforços para tornar a vida dos colaboradores melhor.

Segundo dados disponibilizados pela pesquisa do Instituto Locomotiva, dois terços das pessoas que estão no mercado de trabalho trocariam de emprego na busca de mais satisfação.

A pergunta agora é: 

Se queremos colaboradores mais produtivos, o que faremos para melhorar as condições de trabalho?

Podemos começar com o básico. Nada mais frustrante que ir trabalhar e se deparar com um ambiente desagradável, mal planejado, barulhento ou desorganizado. 

Cuidados com temperatura e iluminação do local são essenciais para manter o nível de concentração dos colaboradores. Além disso, a ergonomia no espaço traz conforto e ainda pode contribuir para a saúde dos integrantes da equipe.

É importante também analisar as peculiaridades de cada ocupação, como é o caso de cargos que demandam muita concentração e carecem de silêncio.

Tudo isso pode ajudar a aumentar a produtividade da equipe, mas melhorar as condições de trabalho não se limita às mudanças no local físico.

Algumas empresas já oferecem benefícios como cargas horárias reduzidas, home office e até licença “maternidade” compartilhada com o pai.

Essas iniciativas trazem flexibilidade para os trabalhadores e tem um alto apelo psicológico, beneficiando até mesmo a qualidade de vida das pessoas.

Enfim, as circunstâncias das condições de trabalho não são as mesmas em todos os cargos, mas é importante que os gestores façam não só aquilo que é previsto em lei, é importante ter sensibilidade para entender a realidade da equipe, tornando o ambiente mais acolhedor.

2- Ofereça suporte e defina metas realistas

Veja esse trecho do livro de Mark Murphy, Metas que desafiam a ciência dos feitos extraordinários:

“Conhece aquele ditado, quem muito promete pouco realiza? Bem, é exatamente sobre isso que estou falando; parece bom, mas realmente se trata apenas de subestimar nossas metas. E isso simplesmente destrói toda nossa capacidade de usar um processo mais científico de estabelecimento das metas para obter os tipos de resultados que estamos todos morrendo de vontade de alcançar…”

Penso que estamos o tempo todo nos frustrando com nossas metas porque não temos uma visão realista da máquina que estamos pilotando. 

Um problema comum para os gestores é não ter um senso claro e forte das habilidades de seus colaboradores e como elas podem ser combinadas aos conhecimentos para alcançar uma alta performance.

Sendo assim, para aumentar a produtividade da equipe, é essencial conhecer a fundo o potencial dos integrantes e traçar metas alcançáveis.

Metas inalcançaveis apenas estressam, frustram e acabam com a qualidade de execução da equipe. Enquanto metas medíocres geram apenas resultados medíocres.

O seu desafio como gestor é encontrar o ponto de equilíbio da sua equipe e acompanhar o desenvolvimento até conseguir expandir as metas.

Forneça orientações claras aos supervisores e colaboradores para ajudar a esclarecer as expectativas. Isso ajudará a aumentar sua produtividade, pois eles terão foco e objetivos claros.

3- Tenha as ferramentas e equipamentos certos!

A maioria das empresas está esperando o momento ideal para trocar o maquinário, os computadores ou investir em inovação.

Mas algumas organizações já perceberam que quanto antes essas mudanças acontecerem, melhores podem ser os resultados em termos de produção ou prestação de serviços. 

Basta imaginar o quanto tecnologias ultrapassadas ou mal implementadas podem atrasar as entregas e dificultar a realização de tarefas. E o que seria a produtividade senão aquillo que realizamos com o nosso tempo?

Mas claro que não adianta ter todas as melhores tecnologias e equipamentos se não houver uma definição clara dos métodos de trabalho.

Sendo assim, podemos dizer que é importante padronizar os processos e definir boas práticas.

É importante fornecer ao pessoal as ferramentas e equipamentos certos para que eles possam desempenhar suas funções com eficiência e pontualidade. 

Programas e tecnologias modernas e de alta qualidade fazem uma enorme diferença, não apenas para a força de trabalho, mas também para a percepção da sua empresa. 

4. Desenvolva talentos 

A capacitação e especialização podem ajudar a aumentar a produtividade da equipe.

Vemos isto na indústria automobilística, por exemplo, que foi transformada para sempre pelo sistema de produção em massa de Henry Ford. O que há de tão especial nesse sistema? 

A ideia até que é simples, os processos são padronizados e os trabalhadores executam uma única tarefa rapidamente, permitindo a aceleração dos resultados. Mas isso só é possível porque eles trabalham focados em ações específicas.

No atual momento do nosso mercado de trabalho muitas empresas estão preferindo contratar colaboradores multitarefas…O que pode ser algo realmente muito bom para sua folha de pagamentos mas, em alguns casos, bastante prejudicial à produtividade.

Especializar seus colaboradores elimina o estresse de trabalhar em diversas coisas ao mesmo tempo e ajuda seu colaborador a manter a qualidade do processo evitando retrabalho.

Além disso, investir em capacitação e conhecimento é sem dúvida a medida mais efetiva para tornar sua equipe mais eficiente.

5- Planeje e lidere!

Quem puxa o carro precisa estar preparado e engajado com o projeto, diariamente vemos equipes se perdendo pelo caminho por falta de direcionamento. 

A liderança precisa estar capacitada para acompanhar, desenvolver e identificar falhas e gargalos existentes.

Se queremos aumentar a produtividade da equipe precisamos identificar os pontos positivos e negativos. Mas não somente isso, é necessário ter um bom planejamento para entrar em ação quando tivermos noção das coisas que estão dando errado.

Os líderes têm um papel importante nisso, pois cabe a eles oferecer o direcionamento, alinhamento de expectativas, análises e feedbacks aos colaboradores. 

É importante ter uma cultura de questionamento à respeito das práticas internas: Existe uma maneira melhor de estruturar o dia para que a equipe alcance suas metas diárias? Quais ações podem ser tomadas para aumentar a eficiência das pessoas e consequentemente ter resultados melhores?

Claro que nem tudo é responsabilidade do líder, cada integrante precisa se conhecer a ponto de identificar o que funciona melhor para si mesmo.

Mas, obviamente, os gestores precisam fornecer a cada membro da equipe um planejamento claro com direcionamento das prioridades.

E é isso! Com essas 5 dicas o dia-a-dia da sua equipe pode ser muito mais produtivo. Agora quero saber a sua opinião, lembra de mais alguma dica que pode ajudar os gestores nessa missão?

Comente aqui embaixo e vamos enriquecer a discussão.😉