Definir processos não é uma tarefa fácil, as definições são criadas mediante o reconhecimento ou entendimento de falhas recorrentes que geram transtornos e prejuízos no ambiente corporativo.

Portanto, mapear e identificar falhas torna-se essencial para o sucesso da empresa tanto na forma organizacional, quanto em produtividade. Abaixo citarei os principais erros que as empresas cometem quando não têm processos definidos.

1- Falhas de comunicação:

A comunicação é essencial para o entendimento do time e para alcance de objetivos e metas.

Quando ocorrem ruídos que interferem na forma que a mensagem chega aos envolvidos, a probabilidade de falhas durante o processo é certa.

Imagine que o gestor de um departamento não insere dados reais em uma planilha, ou esquece por algum motivo de salvar um arquivo, o próximo colaborador a interagir com o processo dará sequência na tarefa já com dados incoerentes, o que acarretará em relatórios irreais que podem levar a tomadas de decisões incoerentes, gerando prejuízo em diversos setores.

2- Perda de Prazos:

Em todos os setores das empresas é imprescindível o controle de prazos. Tanto para projetos, quanto para as atividades recorrentes do dia a dia. Você deve imaginar que não podemos esperar que os colaboradores decorem os prazos de todas as entregas, até porque o cérebro humano possui um limite, assim como qualquer outro sistema de armazenamento de dados. Imagine se o volume de demandas for alto! 

 É por isso que muitas empresas aderem ao uso de planilhas, ou até de ferramentas baseadas em kanban, para controle de prazos. No entanto, se estivermos falando de muitas tarefas, corremos o risco de falhar mesmo assim, pois essas ferramentas dependem muito das pessoas para funcionar corretamente. 

 A melhor forma de ter um controle mais eficiente das nossas tarefas recorrentes é automatizando-as para receber notificações automáticas sempre que um prazo importante estiver se aproximando.

3- Falta de controle e padronização:

Padronizar processos é um meio de garantir a uniformização das atividades,de modo que todo o time esteja alinhado na realização das tarefas. É muito importante ter em mente a responsabilidade que cada colaborador assume no fluxo de trabalho.

Quando esse processo não está definido de ponta a ponta não é possível garantir que o modelo de trabalho seja seguido. Ter um caminho bem definido é o mesmo que ter uma previsibilidade de sucesso em determinados processos.

4-  Gargalos

Identificar gargalos se torna muito difícil quando não temos processos bem definidos. A padronização  permite identificar exatamente quais são os pontos de melhorias, inconsistências, enganos e falhas. Se algo executado não foi reproduzido exatamente como o modelo elaborado, imediatamente o gargalo é identificado e pode ser corrigido.

 Um software de automatização de processo pode te ajudar a organizar tarefas, controlar e aprimorar todo o andamento de solicitação de compras, contratação e demissão, gestão de fornecedores, entre tantas outras funcionalidades que facilitam o dia a dia da empresa.

Organizar tarefas de forma manual é algo bem criterioso e passível de falhas. Já a padronização, através de uma plataforma específica, elimina muitas possibilidades de erros e gargalos, além de melhorar a produtividade do time e ajudar no desenvolvimento dos setores.

Se você não conhece uma ferramenta que possa te ajudar a ter processos definidos e automatizados, clique aqui e tenha 15 dias de experimentação gratuita. Se você já se inscreveu no período de testes, mas ainda não explorou todos os recursos, faça login na plataforma e continue navegando.

Com o Holmes você cria processos, tarefas e fluxos de forma automatizada, com suporte em português e pagamento em reais.