O que uma Work OS pode fazer pela sua empresa?

Você já ouviu falar em Work OS? Um Sistema Operacional de Trabalho é uma plataforma suportada em nuvem e de uso comum a todas as áreas da empresa. Nela todos trabalham de forma colaborativa, se comunicam, entregam tarefas, identificam progressos das atividades e se organizam como um todo.

Esse tipo de sistema atende diferentes necessidades da maioria dos fluxos de trabalho, processos e projetos da organização e, através disso, ajuda a preencher lacunas deixadas por sistemas modulares.

Quer entender direitinho quais benefícios um sistema operacional de trabalho Work OS pode oferecer? Fica aqui comigo e continue essa leitura rápida pra saber de tudo.

O que é uma WORK OS?

Work OS é uma plataforma que, basicamente, coloca a rotina da empresa em ordem. É um sistema onde todos podem criar, comentar, executar, compartilhar, acompanhar desempenho e fazer entregas relacionadas a processos, projetos ou fluxos de trabalho.

É possível que toda a organização se utilize dessa plataforma e a intenção é justamente conseguir centralizar o máximo de usuários no sistema, para incentivar a colaboração entre os pares e impulsionar resultados superiores a partir disso.

Apesar do termo não ser tão conhecido aqui no Brasil um Work OS, ou Work Operation System, não é o futuro, mas sim o presente dos processos de trabalho. Um sistema operacional de trabalho promove a transformação digital aplicada a melhoria dos processos.

Hoje as novas organizações têm necessidades que vão muito além do controle das tarefas. Os gestores precisam repensar o ambiente em que as empresas existem para não limitar o trabalho a um local físico, mas sim proporcionar todas as ferramentas necessárias para que ações sejam executadas, organizadas e comunicadas, mesmo que as pessoas estejam trabalhando a distância, por exemplo.

Porém, facilitar a execução do trabalho remoto e diminuir a sensação de distância entre os envolvidos dos projetos é apenas um dos pontos em que uma Work OS ajuda a resolver.

Qual a transformação que uma Work OS pode oferecer?

O processo de transformação digital que tanto falamos é um caminho que todos os negócios estão trilhando. Mesmo empresas que ainda estão mais atrasadas, provavelmente serão impactadas pela transformação muito em breve.

Nas organizações que já começaram essa revolução há algum tempo, vemos que o desafio está centralizado nos processos, sejam eles quais forem. A tecnologia vem ganhando espaço em muitas frentes e a intenção é que tenhamos cada vez menos trabalhos repetitivos e previsíveis sendo executados por pessoas, para que elas possam se concentrar cada vez mais em atividades que realmente merecem expertise humana.

Mas aí, por consequência, também estamos falando de outro desafio: como desenvolver essas pessoas e continuar a inovação e crescimento do negócio? Nem todas as respostas estão na ponta da língua, mas o que sabemos é que todos temos que nos reinventar a partir de agora para suprir as novas necessidades que surgirão.

Sabemos também que a transformação digital é um processo constante, não se trata de um projeto único, mas sim contínuo. Esse assunto todo é mais sobre pessoas do que sobre uso de tecnologia em si.

E o que isso tudo tem a ver com Work OS? Tudo. Uma Work OS ajuda a preencher lacunas deixadas por sistemas que não se conversam ou que se conversam pouco (ERPs, CRMs, HRMs, etc.), isso diminui os silos existentes e proporciona um ambiente bem equipado em relação à tecnologia. Além disso, com certo nível de entendimento e permissionamento, uma plataforma Work OS permite que os usuários criem suas próprias soluções e se tornem agentes da transformação digital.

Tudo isso colabora para a inovação, mas principalmente para que os times sejam mais ágeis na sua forma de trabalho, tendo condições de acompanhar as mudanças constantes às quais estamos todos expostos.

Características de uma Work OS

Plataformas de Work OS não são sempre iguais, mas geralmente elas possuem as seguintes características:

  • São suportadas em nuvem;
  • A implementação e configuração é fácil e os próprios usuários criam soluções através da plataforma;
  • Suportam com facilidade a criação de diferentes fluxos de trabalho para processos diversos;
  • Automatizam etapas desses fluxos de trabalho para facilitar a rotina e diminuir a incidência de erros, retrabalhos e perdas de prazos;
  • Possuem recursos eficazes para integração entre diferentes sistemas e aplicativos;
  • Oferecem relatórios e painéis para acompanhamento do desempenho e progresso dos times, assim como para identificar os gargalos com mais agilidade;
  • Possuem campos e recursos para inserir comentários e promover a colaboração entre os participantes da equipe;
  • Tem recursos para criar níveis de permissionamento, definindo o que cada um pode ou não ter acesso;
  • Em essência são ferramentas simples, fáceis de usar, que exigem pouco treinamento para o usuário do dia a dia e por isso oferecem um tempo de adoção mais curto.

Benefícios de usar uma Work OS

São muitos os benefícios e acredito que se você chegou até aqui já deve ter percebido alguns, mas só para fecharmos com chave de ouro vou listar os benefícios de usar uma Work OS na sua empresa:

  • Promove a transformação digital e inovação;
  • Ajuda a preencher lacunas deixadas por sistemas modulares como o ERP, CRM e outros softwares;
  • Impulsiona maior comunicação;
  • Ajuda a desenvolver times ágeis, autônomos e remotos;
  • Centraliza o trabalho- todos saberão onde procurar o que precisam;
  • Colabora para uma gestão mais eficiente dos prazos, entregas, progressos e produtividade;
  • Transforma o trabalho manual com característica de recorrência em tarefas automatizadas para diminuir erros, retrabalho, perda de prazos e o desgaste da equipe;
  • Centraliza compartilhamentos de documentos, arquivos e dados em geral para evitar trocas de e-mail infinitas e facilitar a localização dessas informações.

Será que uma Work OS é para você?

Depois de tudo o que vimos aqui, podemos considerar os sistemas operacionais de trabalho Work OS como uma tendência que logo mais deverá ser tão obrigatória quanto um ERP ou um CRM nas empresas.

Uma Work OS pode ser usada por equipes de diferentes tamanhos, afinal sua flexibilidade permite isso. Na escolha da solução você perceberá que algumas opções oferecem recursos que se encaixam melhor nas necessidades de equipes pequenas, outras em maiores, mas falando de forma genérica, ela funciona para ambos os casos.

Também é possível implementar a solução em diferentes departamentos e, de preferência, incluir o máximo possível de usuários da empresa na plataforma.

O mais importante de tudo é lembrar que esse é um tipo de tecnologia que não fala só de processos, produtividade ou qualquer outro recurso, se trata, antes de tudo, de pessoas e de como elas trabalham. Isso pode representar uma transformação profunda no seu negócio.

Então, se você quer saber se uma Work OS é para você, pense se deseja promover essa revolução na cultura da sua empresa. Se a resposta for sim, com certeza essa plataforma pode te ajudar.

E assim chegamos ao final deste artigo onde você entendeu melhor o que é uma Work OS. Espero que você tenha gostado e entendido bem do que se trata esse universo.

Agora, deixa eu te fazer um convite: quer conhecer uma plataforma que pode oferecer todos os benefícios que citamos aqui nesse post e transformar completamente seus processos de negócios? Leia esse conteúdo onde eu apresento o holmes, nossa plataforma de gestão e execução de fluxos de trabalho, e descubra tudo o que essa ferramenta incrível pode oferecer para sua empresa.

Conheça o holmes – a ferramenta de gestão de processos mais completa e versátil do mercado